Ecos divinos na literatura inglesa...

Posted: quarta-feira, 15 de junho de 2011 by Caio Hayashida in Marcadores: , , ,
1

  - [...] Vou procurar minha sobrinha.
  - Onde?
  - Em qualquer lugar! Vou procurar a minha sobrinha pelo mundo afora. Vou achar minha sobrinha em sua desonra e trazê-la de volta consolando-a e perdoando-a. Ninguém vai me impedir! Digo a vocês que vou procurar minha sobrinha! Vou procurar por toda parte!
       
       Assim como o senhor Pegogotty, amável tio, foi buscar ferozmente sua sobrinha Emily depois dela ter fugido dias antes de seu casamento com outro homem, Deus, o Amável Pai, anseia nos buscar pelo mundo afora e trazer-nos de volta consolando-nos e perdoando-nos.
       Lendo David Copperfield, de Charles Dickens, deparei-me com essa infusão de amor divino no meio das palavras - lembrando que se as olharmos durante muito tempo, vão parcer borrões sobre alguma coisa. E na verdade não são isso?
       Só imagino que Aba seja mais eficiente na sua busca que o senhor Peggotty (não que ele não tenha encontrado sua sobrinha - não terminei de ler ainda).

1 comentários:

  1. fêh says:

    Como é bom pertencer a um Deus de graça!